Bem-vindo a F.V. Bissoli

Fonte: Globo.com

Segundo a prefeitura, o cadastro deve ser realizado preferencialmente pelas empresas empregadoras. As solicitação realizadas até 10 dias corridos da abertura do cadastro terão efeito retroativo, caso o veículo seja multado.

A Prefeitura de São Paulo disponibilizou neste sábado (9) um portal onde os trabalhadores e empresas de serviços considerados essenciais para a cidade de São Paulo podem fazer o cadastro para ficarem isentos de cumprimento do rodízio ampliado de veículos na cidade, que começa a valer nesta segunda-feira (11).

Segundo a prefeitura, o cadastro deve ser realizado preferencialmente pelas empresas. Os empregadores que enviarem a solicitação até 10 dias corridos terão efeitos retroativos. Ou seja, quem for multado por descumprir o rodízio e a empresa já tiver enviado a solicitação de isenção dentro desses 10 dias, as infrações dos dias anteriores serão canceladas automaticamente.

Já os cadastros enviados a partir do 11º dia da implantação do rodízio ampliado, o cancelamento das multas valerá apenas partir da data de envio, de acordo com as informações do portal de cadastramento SP 156(acesse aqui)

A multa para quem desrespeitar a regra é de R$ 130, mais perda de quatro pontos na CNH.

O cadastro, segundo a prefeitura, é gratuito e a lista de documentos necessários para comprovar que faz parte do grupo contemplado com a isenção é a seguinte:

  • Planilha de solicitação modelo preenchida;
  • Tipo de solicitante;
  • CNPJ ou CPF;
  • Nome dos profissionais;
  • CPF dos profissionais;
  • Placa dos veículos.

As atividades contempladas com a isenção do cumprimentos do rodízio ampliado, segundo a CET, são as seguintes: profissionais da saúde, enfermagem, técnicos ou ou tecnólogos da saúde, médicos veterinários, fisioteraupetas, farmacêuticos, nutricionistas, psicólogos, fonoaudiólogos, patologistas, dentistas, pesquisadores da área da saúde, agentes que executam serviços administrativos, guarda, segurança, vigilância, manutenção e limpeza de estabelecimentos hospitalares, de assistência médica e laboratoriais.

As dúvidas podem ser tiradas no próprio portal de cadastramento SP 156, ou através do serviço 156 da Prefeitura de São Paulo. De acordo com a CET, os 385 mil veículos de São Paulo que já são isentos do rodízio continuam com a isenção e não precisam fazer novo cadastro.

Abre o whatsapp
Precisa de ajuda?
Olá, podemos te ajudar?
Powered by